domingo, 23 de maio de 2010

O Vento

Vou dormir eternamente
pra ver se te encontro novamente;
naquele sonho que acordei,
do dia que me calei

O vento vêm
e me tira meu ar,
mas então porque devo me lembrar
das promessas ditas sem pensar?

De repente o mundo
me parece o lugar onde devo ir
longe de tudo
só com você já vou partir;

Largo tudo pra partir
mas não encontro onde devo ir
onde está você?
que pediu pra não te esquecer...

2 comentários:

amanda.f disse...

que lindo essa amigo. havia me esquecido o quanto são bons seus poemas.

continue assim! s2.

Helena disse...

Ei, você é muito bom nisso. :)

Postar um comentário