sexta-feira, 30 de abril de 2010

Estrelas Imortais

Não sei como sinto
mas não sei como minto
vejo olhares, estrelas
Lembro do azul, das aquarelas
Do doce sabor de pintar
da saudade de brincar
Da alegria das risadas
as vezes em vão, abafadas
Permaneço parado
vendo pessoas, seres mortos
sem sentimentos, falsos
olho pra traz
vejo meus passos,
todos os abraços
das ajudas, traições
mas não sei como me sinto
se não ter vocês comigo
já preciso dizer
que não sou nada além de vocês.

2 comentários:

ju alencar. disse...

ooooooooown, marcus james, se eu tivesse um coração, eu diria que isso foi lindo *-* AUAHUHUAHUAHUA

marcus james disse...

você tem coração, u.u olha o título do blog :D

Postar um comentário